ACB- Academia Científica do Brasil

A GRANDE TRIBULAÇÃO

A GRANDE TRIBULAÇÃO

PARA BACHARELADO EM TEOLOGIA CLIQUE AQUI

PARA GRADUAÇÃO E PÓS CLIQUE AQUI

 

            Para essa teoria, a linha teológica aceita por acerca de setenta por cento, tanto dos teólogos, como dos evangélicos, em todo mundo – A Grande Tribulação só inicia após o Arrebatamento da Igreja. Iniciaremos o presente estudo meditando em uma profecia de Cristo em Mateus (24: 21) “porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o principio do mundo até agora e tampouco haverá jamais”. Portanto, após o Glorioso Arrebatamento da Igreja inicia-se na face da terra o período mais difícil de toda a sua existência: A Grande Tribulação” será um período exclusivo de terrível sofrimento para todos os que estiverem na terra. Trata-se de um período marcado por choro, planto e ranger de dentes. O inferno será estabelecido na face da terra.

Far-me-ei uma comparação com os flagelos que já ocorreram, para termos uma ideia desse tempo de aflição, conforme Jesus profetizou. Já houve na história do planeta terra:

  1. A mortandade dos dinossauros e demais animais pré-históricos - Com a queda de Satã.
  2. O dilúvio, nos dias de Noé. Onde que ser humano sucumbiu asfixiado nas águas do dilúvio.
  3. A escravidão israelita no Egito. Onde que era morta toda criança do sexo masculino. E os hebreus teriam que servir a Faraó, incondicionalmente. E quando eles não aguentavam mais servi-lo, por questão de idade, doenças, ou acidentes, eram mortos através dos açoites.
  4. Para Antíoco Epifânio (em 175 – 164 a.C.), um dos sucessores de Alexandre, o Grande, era prazeroso torturar os judeus até a morte. Ele matava os judeus em massa, com terríveis sofrimentos e humilhações, só por prazer.
  5. A Guerra de 70 d.C. O rei israelita rebelou-se contra o Imperador Romano. O qual lhe enviou um grande exército, cujo número dos seus soldados, era como a areia da praia (hipérbole), sub o comando de um general denominado, Tito. Todavia, poderia ter havido ali uma negociação, mas devido um grande grupo de zelotes, não foi possível – Consequentemente, o exército romano agiu com muita crueldade e fez em Jerusalém uma grande chacina contra os judeus. Mas graças a Deus, um pequeno remanescente fora salvo, através de Flávio Josefo, que era um judeu que trabalhava com os romanos. O grau de gravidade dessa guerra foi tão grande, de maneira que, dali se derivou o “Parto Cesariana”. Onde que o exército temeu matar as mulheres grávidas, e mandou perguntar o imperador César, o que faria com elas. E ele ordenou que os soldados passassem as suas espadas nos abdomes delas - Assim eles fizeram e os seus fetos caíram. Com base nesta catástrofe, mais tarde, a medicina elaborou esta forma de parto, cortando as barrigas, o qual batizou de Parto Cesariano, ou parto de Cesar. Nessa guerra os muros, a cidade e o templo foram derribados e incendiados. Assim cumpriu mais uma profecia de Cristo que diz: “Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada” (Mt 24: 2). (NEVES, 2014).
  6. A Primeira Guerra Mundial: Se você pudesse contemplar as imagens da dessa guerra que ocorreu em 1914 – 1918, iria se arrepiar. Onde que milhares de pessoas perderam as vidas através de tiros, bombas, sede, fome e etc. Segundo a história morreram 19 milhões de pessoas (10 milhões de civis e 9 milhões de militares). Milhares ficaram mutilados e inválidos.
  7. A Gripe Espanhola: Conforme, Tath (2009), ainda em 1918, ao terminar a primeira guerra, viera à gripe espanhola, que dizimou acerca de cinquenta milhões de pessoas em todo mundo. Nesta pandemia as pessoas se contaminavam e com poucas horas, ou no máximo três dias, elas faleciam. E com menos de quatro horas começavam a se dilacerar (apodrecer) - Portanto, era preciso sepultá-los rápido. E era difícil uma casa que não havia um velório. Eu mesmo entrevistei um saudoso irmão em Cristo, chamado Marinho, de Monte Azul/MG, que era adolescente nesta época. Essa doença surgiu do nada, exterminou mais gente do na guerra e em acerca de um ano ela sumiu - Sem que ninguém fizesse nada. A pergunta é: O que impede o seu aparecimento novamente? Ou seria essa doença uma bomba biológica?
  8. A Segunda Guerra Mundial: De 1939 – 1945, no mundo desenrolou-se a Segunda Guerra Mundial. Ela foi consequência da primeira. Nesta guerra infernal, foram mortas mais que o dobro de pessoas relativo à Primeira Guerra Mundial. Onde que através de tiros, lança chamas, armadilhas, mísseis, bombas nucleares, câmaras de gases, sede, fome e muitas outras estratégias mortais milhares de vidas foram ceifadas, e o tripulo de pessoas ficaram mutiladas e inválidas. Milhares de milhares mulheres ficaram viúvas, milhares de filhos ficaram órfãos. Onde ocorreu o grande genocídio (matar um raça, ou uma etnia) contra os judeus e foram mortos mais de seis milhões de pessoas. Para você ter uma pequena noção com relação ao terrível sofrimento dos judeus, assista aos filmes: “A Lista de Schindler, ou O Pianista”, e outros.
  9. O Terremoto no Japão: Na madrugada de uma sexta feira, 11 de março 2011, houve no Oceano pacifico a 10 km do arquipélago (conjunto de ilhas) japonês o maior terremoto já registrado. Ele atingiu 9 pontos na escala Richter. Este terremoto foi tão devastador que todo o Japão tremeu por muitas vezes. O abalo sísmico foi percebido no Brasil, exatamente, do outro lado do mundo.   O terremoto foi muito forte, teve energia liberada superior a 30 bilhões de toneladas de dinamites. Felizmente o epicentro foi a cerca de 130 km de distância do continente e 24 km de profundidade. Por consequência desse terremoto causou um Tsunami (Ondas gigantes com 4 – 10 metros de altura). Estas ondas tinham uma velocidade de 800 km por hora. Elas devastaram cidades litorâneas por inteiro. As muitas casas e muitos prédios que escaparam do terremoto foram levados pelas ondas gigantes. Muitos que tentaram fugir de carros foram surpreendidos pelas ondas. O mundo viu através da televisão os carros sendo levados pelas ondas e famílias inteiras dentro deles desesperadas, se batendo querendo socorro e nada ninguém poderia fazer. As ondas vinham, trazendo casas, navios, barcos, carros, muita gente, tudo como destroços. Mais de 20.000 pessoas morreram. Depois os seus reatores das usinas nucleares passaram a explodir, expelindo fumaças radioativas. O país ficou quase, completamente, sem água potável, sem energia elétrica, sem telefone, sem combustíveis, sem alimentação e etc.. Milhares de famílias ficaram desabrigadas.
  10. O Atentado do Dia 11 de setembro de 2001: o terrorista, Osama Bin Laden mandou alguns de seus terroristas (uns quatro, talvez) se embarcarem em dois aviões a jato, nos Estados Unidos da América. E após as decolagens, dos mesmos, os terroristas mataram os pilotos, e tomou o controle das aeronaves. Assim eles derem meia volta nos aviões, em direção a um dos símbolos do poderio econômico norte americano: as duas torres gêmeas do World Trade Center (WTC). Às 08h45min, um Boeing 767-200 da United Airlines – que decolara de Boston às 7h59 para o voo 175, rumo a Los Angeles, com 65 passageiros e nove tripulantes a bordo – é desviado e se choca contra a torre sul do World Trade Center, em Nova York. Pouco depois, às 9h03min, um segundo Boeing 767-200, da American Airlines – que partira de Boston às 8h10 para o voo 11, rumo a Los Angeles, com 92 pessoas a bordo – atinge a torre norte do World Trade Center, diante das câmeras de TV. Você já parou para imaginar o tamanho das terríveis aflições que sofreram o pessoal que estavam nesses aviões, e nas torres gemais?
  11. E porque não salientar também o tamanho das aflições que sofreram os passageiros do Titanic, em 1911?

MAS NENHUM DESTES SOFRIMENTOS DÁ PARA COMPARAR COM A GRANDE TRIBULAÇÃO. CONFIRA MAIS UMA VEZ: “PORQUE HAVERÁ, ENTÃO, GRANDE AFLIÇÃO, COMO NUNCA HOUVE DESDE O PRINCIPIO DO MUNDO ATÉ AGORA E TAMPOUCO HAVERÁ JAMAIS” (MT 24: 21).  

 

  1. GRANDE AFLIÇÃO

 

Ou, grande tribulação, ela será de âmbito mundial (Ap 3: 10). Não terá com fugir. Será o pior tempo de aflição e angústia que já ocorreu na história da humanidade. Consiste em um tempo terrível de sofrimento para os judeus e todos os habitantes da terra. Este período será controlado pelo “homem do pecado” o Antcristo. Mas, os fiéis da igreja de Cristo tem a promessa de livramento “escape” dos tempos da tribulação através do Arrebatamento (1ª Ts 1: 10; Ap 3: 10).

Será o tempo da ira de DEUS e de juízo seu contra os ímpios. Quando JESUS disse em Mateus (24: 22) “que aqueles dias seriam abreviados”. Isto não significa a redução dos “três anos e meio”, ou, os 1260 dias preditos. Mas, que devido à terrível gravidade do período, se fosse um tempo maior, a raça humana seria destruída totalmente.

A Grande Tribulação terminará quando JESUS CRISTO vier em Glória, com sua Igreja e os santos anjos para efetuar o livramento aos fiéis, o julgamento das nações e a destruição dos ímpios.

  1. OS NOMES DA GRANDE TRIBULAÇÃO

 

Conheça os nomes do tempo mais doloroso da história da humanidade: O Dia do Senhor. (Is 2: 12; 13: 6,9); O Dia da Angústia de Jacó. (Jr 30: 7); O Dia da Ira do Cordeiro. (Ap 6: 15-17); A Indignação (Is 26: 20; 34: 2); O Dia da Vingança do Senhor (Is 34: 8; 63: 1- 6); O Tempo da Tribulação de Jacó (Jr 30: 7); A Difusão da Abominação (Dn 9: 27); Um Tempo de Tribulação, o qual jamais houve (Dn 12: 1); A Septuagésima Semana (Dn 9: 27); O Tempo do Fim (Dn 12: 9); O grande dia da ira de Deus, ou da sua ira (Ap 6: 17); A hora do seu julgamento (Ap 14: 7); O fim deste mundo (Mt 13: 40, 49); Agrade tribulação (Mt 24: 21).

 

  1. O ANTICRISTO

 

Dentre todos os textos bíblicos que revela o anticristo, Apocalipse (13), é o principal. Nele veremos as duas bestas, a que sobe do mar, o anticristo; e a que sobe da terra, o falso profeta.

De antemão, leiamos um texto bíblico: “A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá. Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada. E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição. E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta” (Ap 17: 8 – 12).

A besta, o anticristo se trata do oitavo rei. Aqui a Bíblia estar tratando é de política. E rei nesta passagem fala de reino mundial. E não se trata de papas. O Vaticano pode não ter nada haver com esta profecia. Então vamos para as contagens dos reinos mundiais:

  • Egito: Esse primeiro reino teve dois apogeus: Primeiro, nos dias de José, onde o Egito era o centro comercial do mundo (Gn 41: 57). Segundo, após a morte de Alexandre, o Grande, o Egito imperou sobre grande parte do mundo nos dias dos Ptolomeus, ou Sóteres, a partir de 302 a.C. (TOGNINI 2009)
  • A Assíria: Governou o mundo - Veja o texto bíblico: Porventura os deuses das nações puderam livrar, cada um a sua terra, das mãos do rei da Assíria?(2º Re 18:33).
  • A Babilônia: Iniciou o seu reino mundial com o imperador, Nabucodonosor: Tu, ó rei, és rei de reis; a quem o Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força, e a glória. E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro. (Dn 2:37,38).
  • Medos e Persa: Começou o seu reino mundial, com o rei Dario: E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu; e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra. (Dn 2:39).
  • A Grécia: Iniciou o seu reino mundial com Alexandre, o Grande: E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro que quebra todas as coisas, assim ele esmiuçará e fará em pedaços. (Dn 2:40).

Esse cinco reinos já caíram. Relativo aos seus mundiais não resta mais nenhum vestígio.

  • Roma: Este reino foi o que durou mais tempo no mundo. Ele continua reinando em muita parte do mundo através do catolicismo. “e um existe”
  • Estados Unidos da América: “outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo”. Os Estados Unidos passou a ser o centro do mundo a partir do fim da Primeira Guerra Mundial. Depois do ano 1918 o mundo teve que estudar o inglês e aceitar o dólar.     Além disto, a UNO é nos Estados Unidos. Mas esse reino já estar se ruindo. Depois do atentado de 11 de setembro de 2001; os furacões; as crises; a própria ONU, excluiu os Estados Unidos da união. Este reino estar para se cair. Ele caindo, segundo a esta linha interpretação, o próximo reino é o da besta.
  • E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição” (Ap 17: 11). (Bíblia de Estudo Pentecostal 1995).

 

  • O ANTICRISTO É A BESTA QUE SUBIRÁ DO MAR

 

Conheça as sete particularidades relacionadas ao anticristo. Que são: as sete cabeças, os dez chifres, uma pessoa conhecida, a mulher, a babilônia, a prostituta e subido das águas.

  • AS SETE CABEÇAS: Estas sete cabeças consiste em os sete reinos mundiais antecessores ao da besta, a saber: Os reinos do: Egito, Assíria, Babilônia, Medos e Persas, Grécia, Roma e Estados Unidos. (Ap 17: 9, 10).
  • OS DEZ CHIFRES: Os dez chifres do anticristo, são dez reis, ou dez governadores que serão eleitos junto com ele. O surgimento da besta ocorrerá da seguinte forma: Acontecerá uma eleição, onde serão eleitos onze governadores, os quais são muito contra Deus e a Jesus Cristo. E logo após as suas eleições, dez destes governos passarão todo o seu poder e autoridade a um destes governos, e esse é a besta. (Ap 17: 12, 13, 14). As maiores evidências e possibilidades de isto acontecer é na EU – União Europeia. Visto que, é o único sistema de globalização que tem países suficientes para que onze deles possa programar a troca de governos na mesma data. E na verdade, a maior preocupação da União Europeia é descobrir um plano para, pelo menos, aproximar de seus objetivos. Qualquer hora dessas, eles chegam nesse plano, que é oficializar um líder e centralizar nele todo o poder.
  • UMA PESSOA CONHECIDA: O mundo ficará maravilhado (ou, horrorizado) em saber que o anticristo será uma pessoa conhecida por todos, mas que já faleceu há muito tempo. Esse ser já foi, não é mais, mas que subirá do inferno. (Ap 17: 8, 11). Seria: Antíoco Epifânio? Nero? Adolfo Hitler? Ou outro? Será que ele vai ressuscitar, ou só virá nas mesmas atitudes do finado? Não temos respostas para tal pergunta.
  • A MULHER: A mulher relativa ao anticristo trata-se da sua capital e do seu império. É uma cidade sede do seu governo (Ap 17: 18).
  • A BABILÔNIA: A babilônia é a única religião permitida na grande tribulação. Ela é a religião do anticristo. (Ap 18: 2, 3).
  • A PROSTITUTA: A prostituta mostra o grau de pecaminosidade da única religião lícita na grande tribulação. Ela é a mesma babilônia (Ap 17: 1 – 5).
  • SUBIDO DO MAR: Isto mostra que a besta será escolhida, eleita e pretendida pela maioria das nações: “E vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia” (Ap 13: 1).

A besta, o Anticristo, será um líder que busca uma paz e trava guerras. Na busca da tal paz ele será bem-sucedido. O mesmo irá: enganar, travar guerras, será destemido e destruidor. O Anticristo geralmente é descrito na Bíblia como um guerreiro. Suas atividades são resumidas em Daniel (9: 27) "Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele."

Em Apocalipse (6: 2), João apresenta o Anticristo ao escrever: "Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer." O nosso mundo precisa, desesperadamente, de paz. Há pessoas sinceras em todas as classes sociais que trabalham e oram diariamente por uma paz verdadeira. Na verdade, como crentes, somos exortados pela Bíblia a orar por paz. Mesmo assim, a instabilidade política é profunda em muitas regiões do mundo.

A procura de uma paz consolidada no Oriente Médio exige muita atenção e produz muitas manchetes. Muitas vidas e carreiras foram sacrificadas na tentativa de trazer paz à região. Em última análise, no entanto, não haverá paz duradoura no mundo enquanto ele não for governado por Jesus Cristo, o Príncipe da Paz.

Ao Anticristo emergir, será reconhecido e aceito por causa de sua habilidade como pacificador. Como líder da confederação multinacional, ele imporá paz a Israel e ao Oriente Médio. Iniciando e formulando um tratado de paz para Israel. O Dr. Walvoord escreve sobre essa paz:

“Quando um gentio, líder de dez nações, apresentar um tratado de paz a Israel, este será imposto com força superior e não como um tratado de paz negociado, ainda que aparentemente inclua os elementos necessários para tal acordo. Ele incluirá a delimitação das fronteiras de Israel, o estabelecimento de relações comerciais com seus vizinhos – algo que Israel não tem atualmente, e, principalmente, oferecerá proteção contra ataques externos, o que permitirá que Israel relaxe seu estado de constante alerta militar. Também é possível prever que algumas tentativas serão feitas para abrir áreas sagradas de Jerusalém para todas as religiões a elas relacionadas”.

 

  • O FALSO PROFETA

 

               Isso se trata da besta que subirá da terra “E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada. E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis”. (Ap 13: 11 – 18).

O falso profeta será um auxiliar, ou o admirador número um do da besta, o anticristo. Ele será o "marqueteiro" do anticristo, proclamando ao mundo que o anticristo seria o verdadeiro Messias, esperado. Com isso apresentando seus falsos milagres e prodígios. Apenas como exemplo, Hitler também teve seu admirador número 1, que era Joseph Goebbels, que publicava os atos de Hitler como se fossem grandiosos, promovendo-os.

Um dado muito importante que João escreve em Apocalipse é que o falso profeta imitará Nabucodonosor (ver Daniel 2), construindo uma estátua do anticristo e obrigando a todos a adorar esta estátua, conforme Apocalipse (13: 14-15): "E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta."

O falso profeta também será o idealizador e ministrador da marca da besta, conforme Apocalipse (13:16-18): "E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis."

Com isso, satanás tenta imitar a Trindade Santíssima, ao máximo, produzindo uma espécie de "trindade satânica", composta por: Antipai (satanás), Anticristo (a besta); e antiespírito (o falso profeta).

 

  1. QUANDO TERÁ INÍCIO A GRANDE TRIBULAÇÃO?

 

Segundo a teoria mais aderida no âmbito evangélico, a Pré-tribulacionista; a teoria que escolhemos para nortear a este livro, a Grande Tribulação terá início logo depois do Arrebatamento da Igreja. Exemplos bíblicos: Enoque foi arrebatado antes do dilúvio; Noé e sua família entraram na arca antes de iniciar a tempestade do dilúvio; Elias fora tomado por Deus, antes do aparecimento das ursas que devoraram os rapazes –Igualmente, a Igreja será arrebatada antes da Grande Tribulação. Veja o que a Bíblia diz a respeito deste respeito: “Jesus nos livra da ira futura” (1ª Ts 1: 10); “Como guardaste a Palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra”. (Ap 3: 10).

Esta consistência bíblica, composta por referências claras e exemplos claros bíblicos, é causa principal da grande maioria dos evangélicos crer, defender e aderir a esta teoria.

Ela é a linha teológica Luterana. Lutero acreditava, defendia e era o criador desta teologia. Mas com quem Lutero aprendeu isso? Ora! Ele aprendeu com o Apóstolo Paulo (1ª Ts 1: 10) com Cristo e o Apóstolo João (Ap 3: 10).

 

  1. QUAL É O OBJETIVO DA GRANDE TRIBULAÇÃO?

 

A Grande Tribulação será estabelecida, visando à aplicação dos juízos de Deus sobre os seres humanos e a reconciliação de Israel, com o seu verdadeiro Messias. Ela também tem so seguintes objetivos: Levar os homens a se arrependerem de seus pecados (Ap 16:11), mesmo que a grande maioria não vão se arrepender; Dar fim na obsessão do Anticristo (Ap16: 10); Desestabilizar o atual sistema mundial (Dn 2: 34, 35); Implantar o REINO de Nosso SENHOR e SALVADOR JESUS CRISTO (Dn 2: 44).


  1. QUEM PASSARÁ PELA GRANDE TRIBULAÇÃO?

 

Dez grupos de seres passarão pela Grande Tribulação, a saber: 1- Os judeus que não se converteram ao Evangelho de CRISTO (Jr 30: 1-7; Ap12: 1-7); 2- Os gentios (todas as nações exceto os hebreus, os judeus) (Ap 7: 9, 13,14); 3- Os membros da igreja que estiverem despreparados para serem arrebatados por Cristo; 4- Os desviados da igreja (Mt 25: 1 – 13); 5- Os 144 mil judeus, mas eles serão salvos e terão a proteção do Onipotente; 6- As duas testemunhas, os quais serão salvos e terão a proteção do Onipotente; 7- Os Anjos santos; 8- As bestas; 9- Os demônios; 10- E satanás.


  1. AS DUAS FASES DA GRANDE TRIBULAÇÃO

 

Os eventos que ocorrerão na Septuagésima Semana de Daniel, ou a Semana de número 70, são descritos em Apocalipse. Será um período de 7 anos, divididos em duas partes de três anos e meio, cada uma delas.

Há três linguajares bíblicos para expressar a divisão da grande tribulação, a saber: Três anos e meio (Dn 9: 27); Quarenta e dois meses (Ap13:5); Mil duzentos e sessenta dias (Ap 12:6). Mas lembrando de que os 1260 dias, faltam 17 dias e meio para os três anos e meio.

Enquanto fazia-me esta contagem, cheguei até imaginar: Quem sabe que este período de 17, 5 dias, não seria o tempo da Grandiosa Guerra entre Gabriel e os anjos santos, contra satanás e os demônios? Porque esta guerra é um dos principais marcos da transição entre a primeira e segunda fase da Grande Tribulação.

 

7.1. PRIMEIRA FASE DA GRANDE TRIBULAÇÃO

 

Como todos conhecem o conflito entre Isaque e Ismael, desde as suas infâncias – As suas descendências são: os israelitas e os árabes – E, todavia, a guerra continuou. Os sangues destas nações rolam por milênios. A principal causa dos conflitos atuais é devido o templo que o Islamismo erigiu no local do templo dos judeus, após a dispersão judaica em 70 d.C..

Mas, nesse período o anticristo fará um pacto de paz com os judeus. Não sabemos ao certo o que a besta irá fazer com o islamismo, se irá fazer também uma aliança com eles, ou se irá matá-los; não sabemos com precisão – Só sabemos que o anticristo irá devolver a localidade do templo aos judeus e construir outro templo conforme a Bíblia, composto por: Átrio, Lugar Santo e Santo dos santos. Assim os judeus deixarão de, tão somente, orar no Muro das Lamentações, para cultuar a Deus normalmente – Oferecendo -O sacrifícios e ofertas de manjares. Esse é o pacto de paz entre a besta e os judeus. (Daniel 9: 27).

Nesses primeiros três anos e meio, os mil e duzentos sessenta dias [Ap 12: 6 (faltando 17 dias e meio para os três nos e meio)]; o anticristo, além do acordo de paz na Palestina, ele procurará solucionar os problemas dos gentios, que aceitarem o número 666. De maneira que nesta fase, a besta será aliada dos judeus e perseguirá, ferrenhamente, as demais religiões do mundo e os gentios desafetos ao novo sistema mundial.

Mas, conforme a minha forma de crer, a Grande Tribulação iniciará logo com o Arrebatamento da Igreja. Veja o meu ponto de vista: Muitos ônibus, demais veículos e aviões perderão os seus, respectivos, condutores e que causarão terríveis acidentes; O pânico causado nas famílias por perderem membros, da mesma; Às religiões que persistirem em sua fé, sofrerão prisões, torturas e morte. E estas religiões não são poucas. Elas atingem muitos milhões de pessoas, em tudo o mundo. Isto quer dizer que para os religiosos e para aqueles que não aderem à besta, sofrerão Grande Tribulação.

   Nesta primeira fase, o anticristo enganará os moradores da terra, trazendo relativa paz e tranquilidade; resolverá “entre aspas” os problemas políticos e econômicos do mundo.

 

7.2. A MARCA DA BESTA

 

Além do pacto de paz com Israel, o maior marco da primeira fase da grande tribulação é a marca da besta, o número 666: Isto se dar porque na nova ordem mundial, o sistema político e administrativo do anticristo, ele controlará no mundo: A Política; Os Transportes (Terrenos, Aquáticos, Subaquáticos e Aéreos); A Energia Elétrica; A Moeda; As Forças Armadas; A Polícia; A Produção Agropecuária; A Produção Industrial (De maneira que o mundo terá um só PIB); O Petróleo; A Água; As Moradias; As Propriedades (Urbanas e Rurais); A Educação (pré-escolares, fundamentais, médios, técnicos, graduações, pós-graduações, mestrados, dourados e pós-doutorados); Os Parlamentos Legislativos; Os Governos (Federais, Estaduais e Municipais); E, principalmente, a Religião – E para ele conseguir fazer toda essa organização, é preciso registrar todas as pessoas, de grandes a pequenos.

E para facilitar a identificação pessoal: A Carteira de Identidade; O CPF; O Título de Eleitor; A Reservista; A Carteira de Trabalho; O Cartão do SUS; Os Cartões de Créditos e de Débitos (Principalmente); As Permissões para Dirigir; As CNHs; Os Brevês; Os Títulos Educacionais (Exemplos: Conclusão do Ensino Médio, Técnicos, Tecnólogos, Graduados, Pós-graduados, Mestrados, Doutorados e Pós-doutorados); As Escrituras; E qualquer documento que consta a posse de um bem e etc. - Vão estarem inseridos em um só chip que será implantado na mão direita, ou na testa das pessoas.

Sem esse chip, ou melhor, sem essa marca, a pessoa não poderá: Residir (morar); Viajar (utilizando algum meio de transporte); Comprar; Vender; Trabalhar; Estudar; Casar; Em fim, não poderá exercer nenhuma atividade. Resumindo, será ilegal, ou crime, viver sem a marca da besta.

Para atender um convênio entre o MasterCard e a VISA, a Motorola, a fabricante do chip, investiu mais de cinco milhões de dólares em pesquisas, para descobrir o melhor local do corpo humano, seria implantado o pequeno aparelho (o chip). E no final da pesquisa, definiu: Na mão direita e na testa. Mas o Apóstolo João já tinha revelado essa localidade em Apocalipse (13: 16): E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas. Então, foi colocado o nome do convênio, ou da parceria, Mondex [Do inglês, Money (dinheiro) na Dex (Destra, ou mão direita)] – Resumindo: “Dinheiro na Mão Direita”.

Esse chip é lido, ou pesquisado através de código de barra. Todos os códigos de barras são identificados pelo número 666. Aquelas barras, mais claras, que não param em cima dos números, mas passam através deles, valem o número 3. Elas são sempre duas de paralelo. Como 3 + 3 = 6, então, o paralelo das barras, mais claras que passam através dos números, valem 6. E todo código de barra tem três paralelos destas barras: Um no início, Outro no meio e Outro no fim - Resumindo o número: 666. A sigla: VISA, também são 666: VI: é seis em algarismo romano; S: é seis em grego; e, A: é seis em babilônico.

O chip de a Mondex estar sendo vendido em todos os países civilizados do mundo. E é barato. Lembrando se de que a sua implantação é imprevisível. Porque se tentar tirá-lo derramará o lítio e a pessoa virá a óbito. Com ele a pessoa é monitorada 24 horas por dia e não precisa portar nenhum documento. E na grande tribulação, quem receber essa marca, decretará a sua perdição eterna.

Apocalipse (13:16-18): E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

Findando os primeiros três anos e meio, o anticristo vai a Israel, se assenta no lugar Santo dos santos do templo Mt (24: 15), e tenta receber adoração dos judeus. Então, muitos da nação de Israel não o adorarão, assim, quebrará a sua aliança com ele. Com isso, a besta se irrita e ajunta os exércitos de todas as nações para guerrear contra a nação santa Lc (21: 20). Então Deus entrará em ação com as pragas. Assim, se finda a falsa paz, e é iniciado o inferno na face da terra.

 

  1. A MULHER E DRAGÃO

 

            É de suma importância salientar este episódio registrado em Apocalipse (12). Visto que o mesmo narra assuntos imprescindíveis, concernente: Aos fiéis entre os judeus, Jesus Cristo, Satanás e aos demônios.

 

8.1. A MULHER

 

           E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça. (Ap 12:1). De antemão vamos desfazer um mal entendido do Catolicismo Romano. Eles ensinam que essa mulher é Maria. Mas se os tais tivessem intimidade com a Palavra de Deus, entenderiam que: O sol, a lua e as doze estrelas é relativo ao sonho de José, quando sonhou com seu pai, sua mãe e seus irmãos – Portanto, a raiz de todo Israel (Gn 37:9).

           Indubitavelmente, fora revelado a João que a nação de Israel cumpriu a sua missão em trazer ao mundo o Salvador. A mulher refere-se à nação de Israel - O sol, a lua, e as doze estrelas, representam: Jacó (Israel), Raquel (a sua esposa) e os pais de cada uma das doze tribos de Israel. ESTAVA GRÁVIDA: É porque no passado Israel tinha uma dívida com o mundo, beneficia-lo com o Messias prometido.

            Mas o dragão (satanás) lutou, desde o início, para que esta missão não fosse cumprida. (Ap 12:4). E, todavia, Deus tem a protegido. E na grande tribulação, onde o anticristo lutará, ferrenhamente, para dar fim na nação de Israel - De maneira, que ele trará todos os exércitos, das demais nações, para varrer a nação santa deste mundo; por meio de uma guerra que durará 1260 dias, isto é, quase três anos e meio – Mas, mesmo assim, o Todo Poderoso guardará a sua nação (Ap 12:6). Mesmo mediante todos os recursos bélicos do inferno, Deus, salva o remanescente de Israel (Ap 12:13 - 17).

 

8.2. O DRAGÃO

            No princípio o inimigo das nossas almas, era um anjo santo de Deus – Um querubim ungido. Mas ele se rebelou contra o Senhor, o foi lançado na terra – Nessa queda o inimigo trouxe consigo um terço dos anjos – Os quais passaram a ser os demônios. Veja: E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; {Ap [12:4 (a)]}.

            Depois disto o inimigo anda pelas as regiões celestiais e nos acusa diante de Deus (Jó 1: 5). Mas, findando os primeiros três anos e meio da grande tribulação, haverá uma grande: batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; (Ap 12:7). Mas pela Glória de Deus Pai os inimigos das nossas almas: não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. (Ap 12:8,9).

            Depois desta batalha, satanás e os demônios perder-se-ão o poder sobre as regiões celestiais e ficarão, tão somente, aqui na terra. Fator que agravará, ainda mais, a situação da grande tribulação.

As três quedas dos inimigos das nossas almas: 1- As hostes do mal perderam grande parte dos seus benefícios e do seu poder quando caíram, no princípio. O maior prejuízo foi à comunhão com Deus e a santidade. 2- No meio da grande tribulação eles vão perder o poder de voar, consequentemente, não vão poder mais estar nas regiões celestiais. 3- Depois do Juízo Final eles serão punidos eternamente.

 

  1. A SEGUNDA FASE DA GRANDE TRIBULAÇÃO

 

Nesta fase o anticristo esquecerá - se das religiões e dos gentios, e concentrará a sua perseguição aos judeus. E ao atingir a menina dos olhos de Deus, sobrevirão sobre a terra os juízos de divinos, os quais virão através de vinte e uma etapas. A saber: “os sete selos, as sete trombetas e as sete taças”.  

 

9.1. OS 7 SELOS

 

            Os selos mostram um pano de fundo, ou um resumo da grande tribulação. Leiamos Apocalipse (6: 1-17).


1) PRIMEIRO SELO

 

O Cavalo branco (v 2). Pelo fato de cavalo representar, biblicamente, força e o branco, significar, paz; este episódio poderia falar a respeito de Cristo. Mas devido o seu cavaleiro aparecer, justamente, no início da Grande Tribulação, e portar de uma flecha, em vez de uma espada: “Isso fala acerca do anticristo o futuro dominador mundial, que deve iniciar suas atividades no início da Septuagésima Semana de Daniel ”. (1ª Ts 5: 3; Dn 9: 26,27).


2) SEGUNDO SELO

 

O Cavalo vermelho (v 4): Esse cavalo e seu respectivo cavaleiro representam as infernais guerras e as mortes violentas, que Deus permitirá quando trouxer sua ira contra os ímpios. A grande Tribulação será um período de violência, morte e guerra. (Zc 1: 8; 6: 2). Nesse período o amor entrará em extinção, e se por ventura um pai não querer aceitar a marca da besta, o próprio filho o denuncia e vice-versa. Haverá guerras: Nos lares, nas organizações, nos bairros, nas cidades, nos estados, nos países, nos continentes e no planeta todo.


3) TERCEIRO SELO

 

           O Cavalo preto (v4, 6): Esse cavalo e seu respectivo cavaleiro simbolizam uma grande fome. Durante a Grande Tribulação haverá escassez de produtos básicos a sobrevivência e a carestia será grande. A fome se generalizará por todo o mundo. (Jr 4: 26-28; Lm 4: 8,9; 5: 10). Para comprar algo nessa época dependerá de dois fatores. A saber: Ter o número 666 e ser milionário. Esse fator fará com que as pessoas que não tem muito, ou nenhum dinheiro invada os supermercados e depósitos em busca de alimentos – E, consequentemente, milhões de pessoas morrerão, pelos soldados da besta. Não somente pelos soldados, porque também, quem conseguir algum alimento, ou água, os outros vêm querer tomar. E as guerras civis serão generalizadas.

 

4) O QUARTO SELO

 

O cavalo amarelo (v 8): Ou pálido, e seu cavaleiro que se chama Morte, isto simbolizam uma série terrível de guerra, de fome, de mortes, das pragas, das enfermidades e das feras perigosas. Com a abertura do quarto selo, o inferno será estabelecido na terra (Ap 6: 7, 8). Esse julgamento será tão cruel que uma quarta parte da raça humana será morta. Isto é mais de 1.750.000.000 (um bilhão, setecentos e cinquenta milhões) de pessoas, somente, nesta etapa de sofrimentos.

 
5) O QUINTO SELO

 

Apocalipse (6: 9 – 11) Com a abertura do quinto selo, João vê o que está acontecendo no Céu: São as almas dos que foram mortas por amor a Palavra de Deus e por amor ao testemunho que deram, elas estavam debaixo do altar. Os "mortos por amor a Palavra de Deus" são os que foram martirizados por sua fé em Cristo e pela verdade da sua Palavra. O período da tribulação será um tempo terrível de perseguição para quem crer no evangelho e permanece fiel a Deus e sua Palavra. (Ap 3: 10; 7: 9; 14: 6).


6) O SEXTO SELO

 

Apocalipse (6: 12 – 17). Ao ser aberto esse selo, haverá os juízos catastróficos de Deus, que abrangem as comoções cósmicas, tremores físicos no mundo, densas trevas e terror para os habitantes da terra. Um terremoto devastador ocorre, causando devastação imensurável na face da terra e grande revolta. Todos os que não forem arrebatados da terra para encontrar o Senhor nos ares, sofrerão terrores, pavores, pânicos e desespero. E uma das características do inferno é não ter como, ou para onde fugir. Todos ficarão a merecer da besta, do falso profeta, dos demônios, de satã, dos soldados, das feras da terra, e das pragas fatais.  

 

  1. OS 144.000 ISRAELITAS

 

           Há um intervalo entre o sexto e sétimo selo e enquanto isso: Primeiramente João viu: Os 144.000 israelitas: (Ap 7: 1-8): “E DEPOIS destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar, dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus. E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Rúbem, doze mil assinalados; da tribo de Gade, doze mil assinalados; da tribo de Aser, doze mil assinalados; da tribo de Naftali, doze mil assinalados; da tribo de Manassés, doze mil assinalados; da tribo de Simeão, doze mil assinalados; da tribo de Levi, doze mil assinalados; da tribo de Issacar, doze mil assinalados; da tribo de Zebulom, doze mil assinalados; da tribo de José, doze mil assinalados; da tribo de Benjamim, doze mil assinalados.”

Eles são um grupo de hebreu que Deus levantará durante a Grande Tribulação. Os quais terão à total proteção de Deus. Eles não serão sujeito às pragas e nem tampouco as hostes das trevas. E certamente, esse exército santo irá evangelizar durante esse período terrível. Lembrem-se, eles foram vistos na terra. E não no céu, como afirma as falsas Testemunhas de Jeová.

 

  1. SALVAÇÃO NA GRANDE TRIBULAÇÃO

 

            Em segundo lugar, João viu nesse intervalo, os mártires da Grande Tribulação, salvos, lá no Terceiro Céu. Os que sofreram as torturas infernais e morreram, mas, não negaram a Cristo (Ap 7: 9 – 17).

Não se trata de tarefa fácil ser salvo nessa época. É melhor estar preparado agora. Porque as torturas serão do inferno - Visando a desistência de seguir a Cristo. Muitos, ou a grande maioria, irão ser torturados e acabarão perdendo a sua salvação. Vejam porque haverá salvação na grande tribulação:

As duas Testemunhas, transmitirão as mensagens de Deus e farão grandes sinais e prodígios, durante 1260 dias, em Jerusalém (Ap 11:1 -12) - Os cento e quarenta e quatro mil israelitas (Ap 7: 3 - 8), que irão “servir” (trabalhar) a Deus aqui na terra, neste período tão difícil (Ap 7: 3), e logo depois das suas instituições, aparece no Céu uma grande multidão de salvos, que ninguém poderia contar, de todas as nações, glorificando a Deus (Ap 7: 9,10); dar para entender que foram os 144 mil que os ganharam para Cristo - Os anjos querem pregar o evangelho, atualmente; mas esta missão fora confiada, exclusivamente, a igreja (1ª Pd 1:12); portanto, na grande tribulação, Deus confiará o seu evangelho a eles – Os anjos irão evangelizar na grande tribulação (Ap 14:6).

 

            7) O SÉTIMO SELO

 

Ao abrir o último selo, o sétimo (Ap 7): 1; acontecerão no Céu cinco fatores. A saber: Haverá silêncio por quase meia hora (Ap 8: 1). Isto é uma demonstração da gravidade das próximas pragas; Os sete anjos receberão as sete trombetas (Ap 8: 2); As orações dos santos chegam diante de Deus (Ap 8: 3,4) - Pedindo-O para fazer depressa o Juízo divino, contra a besta, suas hostes e os ímpios. Deus se prepara para vingar da trindade satânica, das suas hostes e dos ímpios (Ap 8: 5). E os anjos se preparam para tocar as suas trombetas (Ap 8: 6).

 

8.2. AS TROMBETAS SERÃO TOCADAS

 

Este terrível julgamento é a segunda fase das três fases dos julgamentos que o nosso Senhor Jesus Cristo enviará à terra durante o período de Grande Tribulação. Mas aqueles que se converterem ao evangelho durante esse tempo, não sofrerão os danos dos julgamentos das trombetas.

 

  • PRIMEIRA TROMBETA

 

Saraiva, fogo e sangue (Ap 8: 7): "E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada." Trata-se de uma chuva de saraiva (granizo), misturado com fogo e sangue que desce do céu. Esta chuva queimará um terço de toda terra fértil, das árvores e de todas as plantas.

Confira: Saraiva de fogo e sangue (Choverá fogo misturado com sangue), (Ap 8: 7); Queimará a terça parte da terra (Ap 8: 7); A terça parte das árvores é destruída (Ap 8: 7); E toda erva verde será destruída (Ap 8: 7).

 

  • SEGUNDA TROMBETA

 

Uma montanha de fogo (Ap 8: 8-9): “E o segundo anjo tocou a [sua] trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus". O termo usado por João é "montanha de fogo". Mas isto é a discrição de um cometa, que cairá no mar, matando um terço da vida marinha, transformará um terço da água do mar em sangue e destruirá um terço de todas as embarcações.

Ao toque desta trombeta, pelo menos, quatro eventos catastróficos acontecerão na terra: Um grande meteorito ardente, que cairá no mar (Ap 8: 8). Uma terça parte das águas marítimas converte-se em sangue (Ap 8: 9). Com isto inicia na terra a crise da sede. Mata uma terça parte das vidas marítimas (Ap 8: 9). Com a falta dos peixes, complica, ainda mais, a crise da fome. E será destruído um terço dos navios (Ap 8: 9). Mais de oitenta por cento das mercadorias internacionais é transportadas nos navios. Com a falta de um terço deles, a situação da fome será caótica.

 

  • TERCEIRA TROMBETA

 

Estrela chamada Absinto (Ap 8: 10-11): "E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas." Outro cometa que cairá na Terra. Devido ao toque da terceira trombeta. Então, pelo menos, dois eventos catastróficos acontecerão na terra: Uma grande estrela absinto (amarga) cairá na terça parte dos rios e das fontes (Ap 8: 10). Com isso as águas se tornarão venenosas. E muitos irão morrer devido às contaminações aquáticas (Ap 8: 10, 11). Doravante, a água será vendida por um alto preço (Is 19: 5); Ela será chamada de ouro branco; A água será bebida por medida (Ez 4: 16, 17); Os jovens desmaiarão de sede (Am 8: 13); O que fará o mundo quando estiver por vários meses e até anos sem água? O mundo inteiro clamará por água!

 

  • QUARTA TROMBETA

 

Trevas (Apo 8: 12): “E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte [da luz] deles se escurecesse, e a terça parte do dia [em si] não brilhasse, e [ficasse com sua luz] semelhantemente [como] à noite." Com esse terrível juízo divino, cinco fenômenos ocorrerão no primeiro e no segundo céu: Será ferida a terça parte do sol (Ap 8: 12). Será ferido um terço da lua (Ap 8: 12). Será ferido um terço das estrelas (Ap 8: 12). Um terço do dia ficará em trevas (Ap 8: 12).

E o aviso do anjo: “Ai, ai, ai dos que habitam sobre a terra, por causa das outras vozes das trombetas dos três anjos que hão de ainda tocar” (Ap 8: 13).

 

  • QUINTA TROMBETA

 

           Ataque dos gafanhotos de Apoliom (Ap 9: 1-11): "E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço [sem fundo] do abismo. E abriu o poço [sem fundo] do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar. E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que têm os escorpiões da terra. E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente [para atacar] aos homens que não têm nas suas testas o sinal (a marca) de Deus. E foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem (afligissem, vexassem); e o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião, quando fere o homem. E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. E o parecer dos gafanhotos era semelhante ao de cavalos aparelhados para a guerra; e sobre as suas cabeças havia umas como coroas semelhantes ao ouro; e os seus rostos eram como rostos de homens. E tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como de leões. E tinham couraças como couraças de ferro; e o ruído [do zumbido] das suas asas era como o ruído de carros, quando muitos cavalos correm ao combate. E tinham caudas semelhantes às dos escorpiões, e aguilhões nas suas caudas; e o seu poder era para danificar os homens por cinco meses [seguintes]. E tinham sobre si rei, o anjo do [poço sem fundo] abismo; em hebreu era o seu nome Abadom [destruição], e em grego Apoliom [destruidor]."

Diante de incontáveis flagelos, de inúmeros terrores, uma mortandade sem igual; sinceramente, eu não entendo porque a praga dos gafanhotos é ainda o Primeiro ai. Mas na realidade, os sofrimentos da Grande Tribulação, não são normais, eles são anormais; eles não são naturais, são sobrenaturais. Lendo o Apocalipse temos uma pequena noção do que diz o rei Davi: “Dura coisa é cair nas mãos do Deus Vivo”.

Lembre-se: esta palavra, “gafanhoto” é uma alegoria, isto se trata é de “demônios” perigosíssimos. Esta praga é composta por, pelo menos, dezessete características. Confira:

Será aberto o poço do abismo. Em outras palavras: será aberta a porta do inferno (v2); Então subirão fumaças assombrosas (v2); Consequentemente, o ar ficará rarefeito (isto é: o ar se diminuirá. O pessoal aqui na terra terá uma respiração dificultosa) e o sol se escurecerá, sem quase ar para respirar. Meus queridos (a), não valem à pena esperar por esse tempo. Escapa-te com tua vida!

E dessas fumaças infernais, virão gafanhotos (Demônios), com poder dos escorpiões da terra (v3). Se a expressão profética, para “gafanhoto”, já quer dizer demônios; já imaginaram a expressão, “escorpiões?” Isto significa que o máximo que formos explicar o poder de tortura desses seres do mal, explicaremos ainda muito pouco (v3).

E não lhes será permitido danificar a vegetação terrestre (v4); Mas eles terão a total autorização para infernizar, para torturar, tão somente, os homens (os seres humanos) que não tem na testa o sinal de Deus (v4). O período dos gafanhotos será por cinco meses (v5).

Na época dos gafanhotos, será a primeira vez que a morte irá pegar umas férias. Nesses cinco meses ninguém irá morrer (v5); Mas, justamente, na época que o pessoal irá precisar da morte, não irá encontrá-la (v6). Eles vão buscar a morte tentando se suicidarem, mas só irá piorar as suas calamitosas situações. As dores, o pânico, o terror será tanto, que a população terrestre preferirá a morte.

O aspecto dos gafanhotos será semelhante ao de cavalos aparelhados para guerra (v7). Isto quer dizer que eles terão uma grande força. Quando a Bíblia usa a expressão, cavalo é para demonstrar uma grande força. Isto significa que nenhum ser humano pode com eles.

Sobre as suas cabeças, haverá algo, como coroas semelhantes ao ouro (v7). Com respeito a este assunto os teólogos ensinam que esses seres terão poder como um rei. Os seus rostos serão como um rosto de um homem (v7). Conforme ensinam os estudiosos da Bíblia, isto quer dizer que serão inteligentes. Não terá como trapaceá-los. Os seus cabelos serão como os cabelos das mulheres (v8). Segundo os versados na área, isto quer dizer que os gafanhotos serão sujeitos e submissos a vontade de satanás.

Os seus dentes serão como os dentes dos leões (v8). Isto fala do seu grande poder de destruição e crueldade. Eles terão couraças, como couraça de ferro (v9). Couraça é símbolo de invulnerabilidade e de impiedade. O ruído das suas asas será como ruído de carros, quando muitos cavalos correm ao combate (v9). Isto fala de um barulho aterrador e infernal.

Suas caudas serão semelhante a dos escorpiões e terão aguilhões (ferrões) nas suas caudas (v10). As dores das picadas desses demônios, segundos os analistas, são piores do que se lançasse a vítima no fogo. No período dos sete anos da Grande Tribulação, terão esses cinco meses de tormentos infernais. E eles terão rei, o qual é o anjo do abismo e se chamará em hebreu Abadom, e em grego Apoliom (que significam: DESTRUIDOR) (v11).

 

Com isso: “Passado é um ai; eis que depois disso vêm ainda dois ais”, (Ap 9: 12).        

 

  • SEXTA TROMBETA

 

           Os quatro anjos libertados (Ap 9: 13-19): "E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens. E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões; e ouvi o número deles. E assim vi os cavalos nesta visão; e os que sobre eles cavalgavam tinham couraças de fogo, e de jacinto, e de enxofre; e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e de suas bocas saía fogo e fumaça e enxofre. Por estes três foi morta a terça parte dos homens, isto é pelo fogo, pela fumaça, e pelo enxofre, que saíam das suas bocas. Porque o poder dos cavalos está na sua boca e nas suas caudas. Porquanto as suas caudas são semelhantes a serpentes, e têm cabeças, e com elas danificam."

É o segundo "AI". Os 4 anjos serão libertados e liderarão 200 milhões de cavaleiros, que são demônios. Estes cavaleiros matarão um terço da humanidade com fogo, fumaça e enxofre.

 

AS DUAS TESTEMUNHAS

 

          "E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra. E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto. Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem."

Estes dois sobrenaturais profetas entrarão em cena nos primeiros 1260 dias (3 anos e meio iniciais) do período de Tribulação. Eles serão muito poderosos, fazendo com que não chova em Israel por 1260 dias. Também terão o poder de transformar água em sangue. Com isso, há hipóteses de que eles serão Moisés e Elias, pois ambos já realizaram estes milagres descritos em Ap (11:6).

           As duas testemunhas colherão muitas almas, assim como as 144 mil testemunhas judaicas em Apocalipse (7). Isto despertará a ira do anticristo, que tentará matá-los de qualquer maneira. Porém, todos aqueles que se atreverem matar as duas testemunhas durante os 1260 dias, serão queimados vivos por elas.

Apenas ao final dos 1260 dias, o anticristo pessoalmente conseguirá matar as duas testemunhas. Os corpos delas ficarão expostos durante três dias e meio. O povo que ama ao anticristo se alegrará com este acontecimento. Ap (11:7-10): "E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará. E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado. E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcros. E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra."

         Mas depois, Deus as ressuscitará e as fará ascender aos céus. E logo a pós, um violento terremoto acontecerá em Israel. Muitos, aterrorizados com estes milagres, se rendem e se convertem a Deus. Ap (11: 11-13): "E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram. E naquela mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorizados, e deram glória ao Deus do céu."

 

  • SÉTIMA TROMBETA 

 

Grandes vozes no céu (Ap 11: 15-19): "E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos (domínios, soberanias, governos) do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo (o Messias), e ele reinará para todo o sempre (pela eternidade das eternidades). E os vinte e quatro anciãos [da assembleia dos Céus], que estão assentados em seus tronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus, Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, [o Único] que és, e que [sempre] eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste. E iraram-se as nações, e veio a tua ira (retribuição, indignação), e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem (têm reverência) o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra. E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões (explosões), e terremotos e grande saraiva.”

 

9.3. AS SETE TAÇAS DA IRA DE DEUS

 

Essa série de flagelos é a última das três séries dos julgamentos que o Senhor enviará à terra durante o período da Grande Tribulação. Será uma punição arrasadora especialmente focada no anticristo e a todos aqueles que aceitarem sua marca.

 

  • PRIMEIRA TAÇA

 

Feridas malignas e dolorosas (Ap 16: 2):"E foi o primeiro [anjo], e derramou a sua taça sobre a terra, e fez-se uma chaga má (úlcera dolorida) e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que adoravam a sua imagem."

Este primeiro julgamento atinge somente aos que optaram e recebeu a marca da besta, o número 666. É importante salientar que a marca da besta é uma escolha consciente, ou seja, a pessoa tem a escolha de recebê-la ou não. Escolhendo, porém a marca, a pessoa perderá, para sempre, a sua chance de salvação. Nestes últimos 42 meses, quem optou por Jesus e não recebeu a marca da besta e ainda não foi morto (guilhotinado) pelo anticristo, não será afetado por estas feridas.

Confere mas detalhadamente as catástrofes da primeira taça: Será uma praga terrível sobre os que têm a marca da besta; Essa praga será pior que o câncer (Êx 9: 9); Será uma epidemia mundial. Não haverá recursos médicos para tal pandemia. Essa praga invalidará a milhões de pessoas.

 

  • SEGUNDA TAÇA

 

O mar transforma-se em sangue (Ap 16: 3): "E o segundo anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto [grosso, corrupto, com cheiro podre e nojento], e morreu no mar toda a alma vivente." Todo o mar se converterá em sangue em estado de putrefação (como de morto).

Veja os detalhes desta fase do juízo divino: Como consequência, toda vida marinha morrerá. O versículo não menciona, mas é óbvio que, com o mar transformado em sangue em putrefação, mais os seres marinhos todos mortos, O odor (mau cheiro) atingirá muitos quilômetros.

 

  • TERCEIRA TAÇA

 

Os rios e outras fontes de água também se transformam em sangue (Ap 16: 4-7): "E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram (transformaram) em sangue. E ouvi o anjo das águas, que dizia: Justo és (somente) tu, ó Senhor, que és, e que eras, e santo és, porque julgaste estas coisas. Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores. E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Senhor Deus Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos (sentenças, decisões)."

Imediatamente após a terceira taça: O mundo inteiro fica sem água para beber. O alvo deste julgamento é o anticristo. Como ele derramou o sangue de muitos crentes matando-os, agora Deus dá a ele o que o mesmo quer: sangue, e sangue de morto. Haverá sede mundial, devido à contaminação aquática. Este julgamento cumpre a súplica dos crentes em Apocalipse (6: 10): "E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador [Deus Soberano], não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?"

 

  • QUARTA TAÇA

 

           O sol passa a queimar os seres humanos (Ap 16: 8-9): "E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse (queimasse) os homens com [feroz e incandescente] fogo. E os homens foram abrasados com grandes calores (fogo), e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram [não sentiram qualquer tipo de lamentação, contrição e arrependimento por sua rebeldia, recusando-se a deixarem seus caminhos] para lhe darem glória."

Assim, será na terra quando a anjo derramar a sua quarta taça: Deus acrescentará grandemente a temperatura do solar. De maneira que todos os homens passam a ser abrasados ao se expor aos raios solares. O sol abrasando, e sem água para refrescar, tão somente, a língua. Mesmo assim, muitos ainda blasfemarão contra Deus e não se arrependerão.

Aqui é um ponto interessante: A Palavra diz “que toda língua confessará que o Senhor é Deus” (Rm 14: 11). Mesmo aqueles que rejeitaram a Deus através da marca da besta, ELE exige que eles confessem que Ele é O Senhor. Só é que, durante este julgamento, ainda não há os que confessam esse Senhorio, e essa Soberania.

 

  • QUINTA TAÇA

 

Haverá trevas sobre o reino do anticristo (Ap 16: 10-11): "E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso [mergulhado em trevas]; e eles mordiam as suas línguas de dor [latejante em aflição]. E por causa das suas dores, e por causa das suas chagas (úlceras), blasfemaram do Deus do céu; e não se arrependeram das suas obras [pelas coisas que fizeram]."

O foco deste julgamento de Deus é o reino do anticristo. Visto que a ira de Deus se acendeu, pelo fato do anticristo ter se auto - declarado - deus. É interessante perceber que as feridas caudas na primeira taça, ainda estão corroendo a humanidade. Mesmo assim, os versículos acima enfatizam que as feridas pioram com a escuridão do reino da besta. Mesmo assim, muitos omitem em não confessar a soberania de Deus.

 

  • SEXTA TAÇA

 

O rio Eufrates seca (Ap 16: 12): "E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho [para a vinda] dos reis do oriente." O Grande Rio Eufrates se seca. E com isso é aberta uma grande passagem para a vinda dos reis do oriente (leste asiático). Os "reis do oriente" aqui mencionados, segundo ensinam os teólogos evangélicos, é muito provavelmente, a China. Assim sendo, esta é a única referência sobre a China em toda a Bíblia.

Geograficamente, o rio Eufrates separa o Oriente Médio do resto da Ásia. Ao se secar, os chineses poderão vir, com seus exércitos, também por terra, até chegarem ao vale de Megido, ou Armagedom, para a última batalha contra Israel.

Os teólogos interpretam esta passagem, com uma referência os chineses pelos seguintes  fortes e razões abaixo mencionadas: A China é o país mais populoso do mundo (cerca de 1,3 bilhão de habitantes); É um país avançadíssimo em tecnologia. No fim do ano passado, enviou um homem ao espaço, tornando-se o terceiro país do mundo a enviar voos tripulados ao espaço. É avançadíssimo também em poder bélico. A China já mostrou seu poderio em sua tentativa de reanexar Taiwan, lançando mísseis no mar taiwanês. Portanto, ninguém sabe, ao certo, o que existe no arsenal chinês. Esta é a razão que todos os países do mundo temem e evitam entrar em atrito com os chineses. A China é o único país com um regime comunista forte. Há 180 anos, Napoleão chegou a declarar o seguinte: “Quando a China acordar, o mundo irá tremer!” A China sempre perseguiu e matou cristãos ao longo da história. Na China, é proibido o ensino da Bíblia para os menores de 18 anos. Portanto, é um país cujos líderes odeiam a Jesus Cristo.

 

  • SÉTIMA TAÇA

 

O maior terremoto da história da humanidade, seguido de uma (saraiva) chuva de pedras (Ap 16: 17-21): "E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito [Terminou! Está cumprido! Chegou ao final!]. E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e um grande terremoto, como nunca tinha havido desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto. E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande Babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira. E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam. E sobre os homens caiu do céu uma grande (excessivamente opressiva) saraiva, pedras do peso de um talento [cerca de 34 kg]; e os homens blasfemaram de Deus por causa da [tortura da] praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande."

Trata-se dos últimos dos julgamentos da grande tribulação. O santuário exclama: "Está feito!" Ocorrerá então o terremoto mais devastador de toda a história, desde que há o homem na terra. Este terremoto será a nível mundial. Ele será tão violento, de maneira, que a partirá Babilônia (aqui citada como "grande cidade") em três partes, por causa da ira de Deus.

Aquela nuvem de poeira ainda cobrindo a desmoronada terra, após o terremoto. Então, pedras de 34 a 50 kg cairão do céu sobre os homens. "Um talento" é uma medida de massa e equivale a de 34 - 60 kg. Mesmo assim, os homens continuam a blasfemar de Deus e não reconhecem seu Senhorio.

Com isto, terminam um dos últimos julgamentos de Deus sobre a terra. Assim, tudo está preparado para o Aparecimento Glorioso de Jesus Cristo com Poder e grande Glória.

 

  1. RELATÓRIO DOS MORTOS NA GRANDE TRIBULAÇÃO

 

Morrerão ¼ de pessoas, no quarto selo (Ap 6: 8). Um quarto é uma das divisões, de um total, em quatro partes iguais. Ou 50% da metade - Morrerão 1/3 de pessoas na sexta trombeta. Um terço é uma das divisões, de um total, em três partes iguais. Ou aproximadamente, 16% da metade - Morreram muitas pessoas envenenadas com as águas amargas (Ap 8: 11) - Perto do final morram sete mil homens no grande terremoto (Ap 11: 13). Estas mortes são as realizadas através das pragas, até aqui e não se refere às milhares de milhares de pessoas que o anticristo irá mata-los. E nem as milhares de pessoas que morrerão de fome, sede e pelas guerras civis. Por baixo, estas mortes atingirão a metade da população mundial.

E na Gloriosa Vinda de Cristo, será morto o restante dos ímpios. Eles morrerão dissolvidos, assim como um sorvete, ou a cera próximo ao fogo (Zc 14: 12, 13; Sl 68:2).

Só sobreviverão os que se converterem ao Evangelho, os quais povoarão o Milênio.

 

OLIVEIRA, Dr. João Domingos Soares de, JDSO, Educação em Primeiro Lugar, Grande Tribulação, postado dia 18 de dezembro de 2015, disponível em: