ACB- Academia Científica do Brasil

AS BODAS DO CORDEIRO

AS BODAS DO CORDEIRO

PARA BACHARELADO EM TEOLOGIA CLIQUE AQUI

PARA GRADUAÇÃO E PÓS CLIQUE AQUI

 

E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus. (Ap 19:9). Bodas do Cordeiro [Do grego é gamou tou arniou (gamou tou arniou)]. E significa festa de casamento. Mas quanto a esta festa, será promovida pelo Cordeiro, ou melhor, Jesus Cristo. E se trata da cerimônia da Consumação da União mística e eterna entre Cristo e a Igreja. É sobre este glorioso evento que vamos tratar.

As Bodas do Coerdeiro será a Festa mais Gloriosa da história. Pois nela, a Nova do Cordeiro consolidará a sua união com o Salvador. A igreja precisa conscientizar cada vez mais e mais acerca destas Bodas, porque ela é o momento mais aguardado. Trata-se do maior consolo da igreja.

Neste capítulo, responderemos as seguintes interrogações: Para que as Bodas do Cordeiro? Onde acontecerão as Bodas do Cordeiro? Quanto tempo durará as Bodas do Cordeiro? Quem são Os convidados às bodas? Como será a Bodas do Cordeiro?

 

  1. PARA QUE AS BODAS DO CORDEIRO?

 

As Bodas do Cordeiro é a cerimônia da união eterna entre Cristo e a Sua Amada Igreja. Muitos se convertem ao evangelho e depois desviam. Outros chegam até se batizar, mas desfalecem pelo caminho. Mas nas Bodas do Cordeiro será consolidada a união entre Cristo e a Igreja para sempre.

Para termos uma pálida ideia desta Cerimônia, é só observarmos o único exemplo que Cristo nos deixou: “Imagine a consolidação do casamento de um rapaz com uma moça, os quais nasceram um para o outro; que eles se amam ardentemente; e que eles entendem muito bem um ao outro”. Após as Bodas do Cordeiro, os verdadeiros membros da igreja nunca mais terão risco de perder a sua salvação. E eles estarão com Cristo para sempre.

 

  1. ONDE ACONTECERÃO AS BODAS DO CORDEIRO?

 

Cristo é o Noivo e a Igreja é a noiva. A tipologia das Bodas do Cordeiro é realmente como uma festa de casamento. Vamos imaginar onde um noivo realizaria a festa do seu casamento… Um noivo em sã consciência realizaria a sua festa de casamento no melhor ambiente que ele pudesse alcançar. E com Cristo não será diferente.

O livro de Cantares é a revelação do verdadeiro romance entre o rei Salomão e sua amável noiva. Este livro é o único Livro da Bíblia que se trata exclusivamente de amor. Com isto, literalmente, ele consiste em um especial manual para uma excelente convivência entre casais.

Mas espiritualmente, Cantares é a mais perfeita revelação do relacionamento entre Cristo e a sua amada Igreja. E Salomão levou a sua noiva a sala do banquete e o seu estandarte, para com ela era o amor (Ct 2: 4).      

Então, as Bodas do Cordeiro será em um lugar especial no Céu, a Sala das Bodas, ou a Sala do banquete (Ap 19: 1 – 9).

 

 

  1. QUANTO TEMPO DURARÁ AS BODAS DO CORDEIRO?

 

Segundo vemos nas Setenta de Daniel (Dn 9: 24 – 27), este período durará acerca de sete anos. Inclusive ao estudarmos o Livro do Apocalipse (1), o apóstolo João tem um encontro com Jesus Glorificado e é arrebatado em espírito ao Céu.

Nos capítulos 2 e 3 vemos as sete cartas aos sete anjos às sete igrejas da Ásia menor. Naquela época havia várias dezenas de igrejas só naquela localidade. Mas as cartas foram destinadas, tão somente, para sete igrejas. Sete, é o número da perfeição. E conforme ensinam a maioria dos teólogos e demais versados na área, estas igrejas representam todas as demais igrejas de todos os tempos. Então, nos capítulos dois e três vemos a igreja na terra.

Do capítulo quatro aos dezoito, nós vemos as pragas, as guerras, o governo da besta, e as demais catástrofes da grande tribulação. Neste período a Igreja não é mais vista na terra.

Mas no capítulo dezenove, versículos um aos dez, nós podemos ver a igreja no Céu participando das Bodas do Cordeiro. Conforme a cronologia bíblica, a igreja ficará no nas Bodas do Cordeiro, no Céu, enquanto acontece a Grande Tribulação aqui na terra. E se trata de um mesmo período para situações muito diferentes. para a igreja e para quem ficará aqui na terra. E este período é realmente de sete anos, segundo as Setenta Semanas de Daniel. Então, segundo esta teoria, as Bodas do Cordeiro durará acerca de sete anos.

 

  1. QUEM SÃO OS CONVIDADOS ÀS BODAS?

 

O povo de Deus que viveu antes do nascimento da Igreja. Isto é, no período do Antigo Testamento e Interbíblico – Não será arrebatado com a Igreja – Eles não fazem parte dela. E nem serão ressuscitados, no Dia do Arrebatamento. Porque eles não morreram em Cristo. Mas eles estão no Paraíso, o Ceio de Abraão, um lugar no Terceiro Céu. E, todavia, eles serão convidados para participar das Bodas do Cordeiro: Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido (Jo 3:29).

Inclusive, os vinte quatro anciãos, vistos nas Bodas: E os vinte e quatro anciãos, e os quatro animais, prostraram-se e adoraram a Deus, que estava assentado no trono, dizendo: Amém. Aleluia!(Ap 19: 4) - Refere-se aos doze apóstolos e aos doze líderes das doze tribos de Israel, nas Bodas. Estes vinte quatro anciões, representam Israel e a Igreja, ou melhor, todos os salvos, excetuando aos santos da tribulação. Que adorarão a Deus dizendo: “Aleluia”. E não, aleluias.

 

  1. COMO SERÁ A BODAS DO CORDEIRO?

 

Será uma celebração tão elevada e inefável, que durará cerca de 7 anos. E que nem mesmo no Céu ocorreu evento igual. Nas Bodas do Cordeiro a Igreja já estará em seu corpo glorioso; vestida de linho fino, puro e resplandecente e já galardoada (Ap 19: 8). Ela irá ver, adentrar e participar da Ceia do Senhor. Ele mesmo nos servirá a Ceia (Mt 26: 29):

Imagine você, assentado em uma cadeira eterna, brilhante e com modelo celestial. Próximo a uma mesa infinita, também muito, brilhante forrada com uma toalha celestial com bordas angelicais e desenhos encantadores e fascinantes. E eu e você, nós, ficaremos sem saber se olhamos para as cadeiras, para mesa, ou para a toalha, ou para Jesus.

Então, a maior atração do Universo, Jesus Cristo, o leão da Tribo de Judá; com vestido até aos pés, cingido com cinto de ouro, com os cabelos mais alvos do que a neve, os olhos como chama de fogo, seus pés semelhante a um metal reluzente, e o seu rosto como o sol do meio dia; vem até nós lentamente, com uma bandeja de glória e nela um pão partido. Pão feito de trigo celestial amassado pelas as mãos dos anjos e assado com as brasas do Shequiná de Deus, com sabor celestial, então o Senhor: sussurra o nosso nome e dirá: “Tomai, comei, isto é o meu corpo que foi partido vós, para remição dos pecados”. Depois Ele virá com outra bandeja reluzente repleta de cálices cheios de vinhos celestiais, extraído das uvas do Céu. Tente imaginar o sabor e o cheiro deste vinho.

Caríssimo irmão, eu confesso que nós vamos chorar muito. Mas nós vamos chorar de alegria. E com o rosto banhado de lágrimas nós vamos olhar um para o outro e dizer: VALEU A PENA!

E lá, cada crente fiel, como herdeiro de Deus (Rm 8: 17), receberá a sua herança eterna. “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que nos há de ser revelada” (Rm 8: 18).

Nada pode comparar com este evento maravilhoso. Esta é a recompensa para os fieis.

 

OLIVEIRA, Dr. João Domingos Soares de, JDSO, Educação em Primeiro Lugar, Bodas do Cordeiro, postado dia 18 de dezembro de 2015, disponível em: