Clube dos Intelectuais

COMO JULGAR AS PROFECIAS

COMO JULGAR AS PROFECIAS

[Pequena parte do livro “A Lei de Cristo” Que será publicado em janeiro de 2019. Interessados já podem reservar seu exemplar. Contato: WHATSAPP/VIVO: 38 99870 6344,  E-mail:  joao.dso@hotmail.com (Autor: Dr. João Domingos Soares de Oliveira, postado dia 18 de dezembro de 2018, disponível em: http://jdso.com.br/como-jugar-das-profecias)]

 

De antemão leiamos 1ª Coríntios (14: 29) “E falem dois ou três profetas, e os outros julguem”. As profecias são sujeitas a julgamento. Veja bem, Neemias não concordou com uma mensagem profética (Ne 6: 12) “E percebi que não era Deus quem o enviara; mas esta profecia falou contra mim, porquanto Tobias e Sambalate o subornaram”. Porque ele conhecia a sua integridade, e as integridades de Tobias e de Sambalate. Os quais estavam engajados em uma missão que era 100% da vontade Deus. E ao receber uma mensagem contrária, logo julgou “não era Deus quem o enviara”.

Há duas maneiras de julgar uma profecia. Mas, atente bem para os detalhes da expressão “julgar uma profecia” e não julgar a pessoa que profetiza (Mateus 7: 1; Lucas 6: 37). Por que o mesmo Deus que usou: Isaias, Jeremias, Ezequiel, Daniel e muitos outros; usou também: Faraó (2º Crônicas 35: 22), Usou o atribulado Balaão (Número 24:1-9, 17-19); Usou uma jumenta (Números 22: 30); e usou o profeta velho, um falso profeta (1º Reis 13: 17-20).

A primeira forma de julgar uma profecia é a natural, e a segunda forma é a sobrenatural.

  • FORMA NATURAL

Neste importante tópico falaremos sobre: As Quatro Direções, A Falsa Profecia e as Respostas Bíblicas às Falsas Profecias.

  • AS QUATRO DIREÇÕES

No sentido espiritual há também direções. Espiritualmente há seis lados, a saber: Frete, Trás, Direita, Esquerda, Para Cima, e Para Baixo. Vamos falar somente sobre quatro lados:

Primeiro, a Bíblia Sagrada nos ensina: “Não declines nem para a direita” [Provérbios 4: 27 (a)];

Segundo, as Escrituras nos instruem: “Não declines nem para a esquerda” [Provérbios 4: 27 (b)];

Terceiro, Jesus lhe disse: “Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.” (Lucas 9: 62), Jesus nos exorta a ir avante, para frente;

Quarto, o Salvador pede ao Pai: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal” (João 17: 15) – isto quer dizer que não é tempo da exaltação à igreja – é tempo de estar em baixo.

  • A FALSA PROFECIA

A falsa profecia é uma profecia mentirosa. Ela é proveniente do inimigo de nossas almas (1º Reis 22: 23; 2º Crônicas 18: 21), ou dos homens (2º Crônicas 18: 5,6). Essas duas naturezas de profecias podem até dizer exatamente o que a pessoa quer ouvir. Mas, com certeza, o seu objetivo é desastroso. Elas conduzem as pobres vítimas para a Direita, para a Esquerda, para Trás, ou para Cima.

  • PARA A DIREITA: (Adição de Mandamentos) “Isto parece ser muito positivo” Nesse caso a mensagem elabora novos mandamentos. A desculpa é ser bem santo, ser muito santo, ou super santo. Vejam um exemplo em Atos (15:1) “Então alguns que tinham descido da Judéia ensinavam assim os irmãos: Se não vos circuncidardes conforme o uso de Moisés, não podeis salvar-vos”;
  • PARA A ESQUERDA: (Subtrair, ou tirar Mandamentos) Nesse caso a mensagem diminui os mandamentos. A desculpa é: não precisa isso tudo, isso é fanatismo. Vejam um exemplo em Mateus (23: 23) “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas”;
  • PARA TRÁS: (Retroceder) Nesse caso, a mensagem de alguma forma, induz a vítima a: ir mais devagar, ou dar um tempo, parar, ou voltar – isto é, com respeito à Fé Cristã e a Obra de Deus. Vejam um exemplo em 1º Reis (13: 17-19) “Porque me foi mandado pela palavra do Senhor: Ali não comerás pão, nem beberás água; nem voltarás pelo caminho por onde vieste. E ele lhe disse: Também eu sou profeta como tu, e um anjo me falou por ordem do Senhor, dizendo: Faze-o voltar contigo à tua casa, para que coma pão e beba água (porém mentiu-lhe). Assim voltou com ele, e comeu pão em sua casa e bebeu água”;
  • PARA CIMA: (Exaltação) Nesse caso a mensagem elogia a vítima demasiadamente. Dizendo que ela já fez demais, fez o melhor, e que ninguém vez como ela. Temos um exemplo em Atos (16: 16,17) “E aconteceu que, indo nós à oração, nos saiu ao encontro uma jovem, que tinha espírito de adivinhação, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Esta, seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens, que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Deus Altíssimo”.

 

  • RESPOSTAS BÍBLICAS AS FALSAS PROFECIAS
  • À DIREITA: ANTÍDOTO CONTRA A ADIÇÃO

 

 No fator adição não é “considerada” uma mensagem que aumenta os mandamentos bíblicos. Vejam o que a verdade nos ensina: “Não sejas demasiadamente justo, nem demasiadamente sábio; por que te destruirias a ti mesmo?” (Eclesiastes 7: 16); “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro” (Apocalipse 22:18); “para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito” (1ª Coríntios 4: 6).

Portanto, despreze, não aceite e não confie em uma mensagem qualquer, que te mande a praticar “mandamentos” que não são bíblicos, os mandamentos que não são fundamentados na Doutrina dos Apóstolos e dos Profetas (profetas do Novo Testamento, não os profetas do Antigo Testamento). Vamos ler em Gálatas (1: 8,9) “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema”.

  • À ESQUERDA: ANTÍDOTO CONTRA A SUBTRAÇÃO

 No fator subtração não é “considerada” uma mensagem que tira, ou diminui os mandamentos bíblicos. Vejam “E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro” (Apocalipse 22: 19); “Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus” (Mateus 5: 20).

Assim, menospreze, não recebe e não acredite em uma mensagem qualquer, que te mande a “não praticar certos mandamentos” bíblicos, inclusive os mandamentos fundamentados na Doutrina dos Apóstolos e dos Profetas (profetas do Novo Testamento, não os profetas do Antigo Testamento).

  • PARA TRÁS: ANTÍDOTO CONTRA OS EMPECILHOS

A Bíblia Sagrada é a profecia mais original que existe. Ela é a única profecia que não precisa de julgamentos. A Palavra de Deus nos ensina “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” (1ª Coríntios 15: 58); “Permanecem firmes para todo o sempre; e são feitos em verdade e retidão” (Salmos 111: 8); “Vigiai, estai firmes na fé; portai-vos varonilmente, e fortalecei-vos” (1ª Coríntios 16: 13).

E quando surge uma mensagem te incentivando a: ir mais devagar, ou a dar um tempo, ou a desistir, da fé cristã, ou da Obra de Deus; não provém do Espírito Santo. Familiarize com as palavras das verdadeiras profecias, com relação a, fé cristã e da Obra de Deus: Firmes, constantes, sempre abundantes; Permanecem firmes para todo o sempre; Vigiai, estai firmes na fé, fortalecei-vos; Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.

  • PARA CIMA: ANTÍDOTO CONTRA OS ELOGIOS EXAGERADOS

O elogio moderado é bom, ajuda e anima. Mas o elogio demasiado é ruim, atrapalha e mata. E o inimigo acostuma usar essa arma para tentar destruir, até mesmo, pessoas grandes, como no caso de Paulo, Silas (e Lucas também estava presente). Leiamos Atos (16: 16,17) “E aconteceu que, indo nós à oração, nos saiu ao encontro uma jovem, que tinha espírito de adivinhação, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Esta, seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens, que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Deus Altíssimo”.

Nesse caso, o inimigo não mente. Portanto, precisamos tomar muitos cuidados. Porque junta a verdade, com a nossa vontade de ouvir aquilo. Isso é o famoso “golpe baixo” e é fatal para quem anda correndo atrás de elogios e de profecias. A queda de Adão e Eva foi querer o em “cima” foi querer ser igual a Deus (Gênesis 3 :4,5).  

Outro grande perigo para essas pessoas que ficam mendigando profecias. Lembrem-se do triste fim de Saul (1º Samuel 28:7). Onde que os mais extrovertidos já perguntam logo: - “O que Deus tem para mim ai vaso?” Os mais introvertidos chegam mais devagar: -“Ore por mim...” Mas na verdade ele estar dizendo: - “Profetiza para mim...”. Caríssimos leitores, o inimigo de nossas almas está vendo tudo isso. Grande é a chance de ele usar, até mesmo, uma pessoa de Deus para ti bajular e ti lançar para cima (É por isso que não se trata de julgar a pessoa, mas a profecia).  

No sentido de profecias orais (a profecia em que Deus usar alguém verbalmente), você precisa acreditar que Deus estar no controle e que cuida de ti. Ele só falará contigo, quando o Mesmo precisar falar. Nesse sentido, jamais o Senhor falará conosco quando O pedimos para falar. Deus irá falar comigo e com você (através de profecias orais) no tempo certo.

A profecia é uma manifestação sobrenatural. Ela é como uma Cura Divina, um Batismo no Espírito Santo, uma Conversão ao Evangelho e para essas coisas, a Bíblia ensina em Eclesiastes (3) que há um tempo apropriado para cada uma delas. Todas as pessoas que têm promessas de Deus, o Espírito Santo falará com elas, na hora certa de falar.

Enganam-se os que pensam que Deus está a todo o momento pronto para fazer tudo o que queremos que Ele faça. Como se Deus fosse um de nossos empregados, um de nossos filhos, ou alguém sob nosso controle. Lembrem-se: Deus é Deus, Ele não é nosso o empregado e nem é o nosso filho, e nem tampouco, estar sob nosso controle. Isso só pode ser uma força de expressão, porque jamais você achou que poderia controlar a Deus, não é mesmo?

 Veja bem: (a) Quem no Antigo Testamento tinha tanta intimidade com Deus, como Moisés? Resposta, ninguém (Número 12: 7, 8). Mesmo assim, houve oração dele que não foi entendida (Deuteronômio 3: 25, 26). (b)  Quem no Novo Testamento tinha tanta intimidade com Deus como Paulo? Resposta, ninguém (Gálatas 2: 20). Mesmo assim, houve oração dele que não foi entendida (2ª Coríntios 12: 8, 9). (c) Quem no mundo tinha tanta intimidade com Deus como Jesus? Resposta, ninguém (João 14:9-11). Mesmo assim, houve oração d’Ele que não foi entendida (Mateus 26: 42).

Igreja do Senhor: conheça mais as Escrituras! Deus trabalha com o propósito e tempo. Ele tem um tempo determinado para tudo neste mundo, leiamos: Amós (5: 13); Daniel (12: 1); Eclesiastes (3: 1); Hebreus (4: 16); João (7:6); Oséias (2:9); Salmos (102:13; 104: 27). Queridos irmãos, tomem muito cuidado com um deus que estar sempre a sua disposição, e faz todo o que você quer, ao seu bel prazer.

Só para iniciar, a nossa visão é muito superficial, somente o Deus verdadeiro ver a realidade de tudo e sabe o que é melhor para nós.

 

  • FORMA SOBRENATURAL.

A segunda maneira de julgar a profecia é não julgá-la, mas deixar o próprio Espírito Santo fazer isso. Para essa segunda forma, é preciso que o crente venha orar e jejuar, com zelo (1ª Coríntios 12: 31), para que Deus venha manifestar em sua vida o “Dom de Discernir os espíritos” (1ª Coríntios 12: 10). Esse dom junto com o Dom da Palavra da Sabedoria e o Dom da Ciência compõe os três dons de “Revelação”.

Assim, Deus já trata com o portador do certo espírito, Convertendo-o, ou banindo-o, como ocorreu em Atos (16: 16-18) “E aconteceu que, indo nós à oração, nos saiu ao encontro uma jovem, que tinha espírito de adivinhação, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Esta, seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens, que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Deus Altíssimo. E isto fez ela por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, te mando que saias dela. E na mesma hora saiu”.

Mas nesse caso, é importante deixar o Espírito Santo agir no seu tempo e do seu jeito. A única força que poderíamos fazer a esse respeito é orar e jejuar sem sessar, nesse propósito, e ter uma intimidade grande com a Bíblia Sagrada.

Porque quando nós oramos e jejuamos, estamos buscando a Deus. E a nossa incessável insistência nos estudos bíblicos mostra o nosso interesse pela verdade. Nisto atraem a atenção do Divino em nos atender no seu tempo.

 

  • CUIDADOS REDOBRADOS

 

Se formos fazer uma atividade desta, sem a única intervenção do Espírito Santo, os problemas serão drásticos. Vejam:

  • Vamos passar vergonha, porque um sinal sobrenatural não irá acontecer;
  • Vamos causar confusão, teremos atritos com a pessoa;
  • Haverá certo escândalo, e com certeza, alguém será prejudicado;
  • A igreja será prejudicada;
  • A situação da pessoa não irá melhorar; porque tudo o que deveria acontecer na igreja seria para melhorar a vida de alguém;
  • E o pior de tudo, é a possível “Blasfêmia contra o Espírito Santo”. Porque uma vez os fariseus atribuíram os sinais sobrenaturais de Jesus Cristo aos demônios, e o Senhor ensinou que tal atitude era: Blasfêmia contra o Espírito Santo.

Leiamos: Mateus (12: 22-32) “Trouxeram-lhe, então, um endemoninhado cego e mudo; e, de tal modo o curou, que o cego e mudo falava e via. E toda a multidão se admirava e dizia: Não é este o Filho de Davi? Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios. Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino? E, se eu expulso os demônios por Belzebu, por quem os expulsam então vossos filhos? Portanto, eles mesmos serão os vossos juízes. Mas, se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, logo é chegado a vós o reino de Deus. Ou, como pode alguém entrar na casa do homem valente, e furtar os seus bens, se primeiro não maniatar o valente, saqueando então a sua casa? Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha. Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro”.