ACB- Academia Científica do Brasil

O JULGAMENTO DAS NAÇÕES

O JULGAMENTO DAS NAÇÕES

                                   PARA BACHARELADO EM TEOLOGIA CLIQUE AQUI

                                          PARA GRADUAÇÃO E PÓS CLIQUE AQUI

 


       Nós já estudamos sobre o Tribunal de Cristo, o primeiro julgamento bíblico, ou o julgamento da Igreja. Agora estudaremos o segundo julgamento bíblico, o Julgamento das Nações. Leiamos o texto bíblico correspondente: "Congregarei todas as nações e as farei descer ao vale de Josafá; e ali com elas entrarei em juízo, por causa do meu povo e da minha herança, Israel, a quem eles espalharam entre as nações, repartindo a minha terra. Ajuntai-vos, e vinde, todos os povos em redor, e congregai-vos (ó SENHOR), faz descer ali os teus fortes! Movam-se as nações e subam ao vale de Josafá; porque ali me assentarei, para julgar todas as nações em redor. Multidões, multidões no vale da Decisão! Porque o dia do SENHOR está perto no vale da Decisão" (Jl 3: 2, 11,12,). Jesus Cristo revelou, em Mateus (25), que na sua Gloriosa Vinda, com todos os santos anjos, as nações reunidas diante dEle.

 

  1. A PRIMEIRA RESSURREIÇÃO

 

Deus é esterno, portanto, infinito, e o ser humano é limitado e finito, por essa causa, sempre antes de um Julgamento Divino, é preciso haver uma grande ressurreição. Exemplos: Antes do Tribunal de Cristo, julgamento da Igreja, haverá uma muito grande Ressurreição (1ª Ts 4: 13 – 15). E antes do Juízo Final haverá a maior Ressurreição da história (Ap 20: 11 – 15). Portanto, antes do Julgamento das Nações, há uma grande ressurreição, denominada, Primeira Ressurreição (Ap 20: 4 – 6). Ela acontecerá depois da Grande Tribulação (Dn 12: 1; Ap 20: 3. 4).

Esta Ressurreição é relativa ao povo da Aliança com Deus no Antigo Testamento. E como a Grande Tribulação é a Septuagésima Semana de Daniel, portanto, os últimos sete anos do Antigo Testamento que estava faltando, quem morrer nessa época, por amor a Cristo e sua Palavra, também serão ressuscitados (Ap 20: 4).

Dois grupos de pessoas serão ressuscitados na Primeira, a saber: Todos os israelitas, salvos, ou não (Dn 12: 2); E os santos da Tribulação – Estes são como o próprio nome já diz: santos, isto quer dizer que só são salvos (Ap 20: 4 – 6).

Confira: “E, naquele tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levante pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angustia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.” “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno”.

 

  1. AS PESSOAS JULGADAS

 

Todavia, Cristo é o Supremo Juiz, que se assentará em Seu Trono de Glória (Mt 25: 31). E os anjos reunirão todas as nações diante dEle (Mt 25: 32). E no Julgamento das Nações, os grupos serão divididos assim:

  1. A nação de Israel – É por isso que todos eles precisam ressuscitar. Os Israelitas são chamados de, os irmãos (Mt 25: 40). A Nação Santa receberá o seu galardão (terra) segundo as suas obras. São os israelitas que vão distribuir as terras no planeta aos santos da tribulação.
  2. As pessoas ovelhas dentre todas as nações (os justos) ficarão à Direita do Senhor (Mt 25: 32, 33).
  3. E as pessoas bodes dentre as nações (os ímpios) à esquerdas.

Os justos irão para a vida eterna; os ímpios para o castigo eterno. (Mt 25: 31-46).

Estarão ali, também, as nações que não se aliaram ao Anticristo e que sempre reconheceram Israel como a herança de Deus. A essência desse juízo é o julgamento dos opressores do povo judeu. (Confira: Jl 3: 2; Gn 13: 3; Zc 12: 3).

 

  1. A LEGISLAÇÃO DO JULGAMENTO ISRAELITA

 

Mas por que, somente, os israelitas irão ressuscitar nesta ressurreição? Ora! É porque foi para eles que Deus prometeu a terra. Vejam:

Porque os malfeitores serão desarraigados; mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra. (Sl 37:9);

 Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz. (Sl 37: 11);

Porque aqueles que ele abençoa herdarão a terra, e aqueles que forem por ele amaldiçoados serão desarraigados. (Sl 37:22);

Confia no Senhor e faz o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado. (Sl 37:3);

Porque os retos habitarão a terra, e os íntegros permanecerão nela. Mas os ímpios serão arrancados da terra, e os aleivosos serão dela exterminados. (Pv 2:21,22);

Todas as prosperidades viriam sobre os israelitas, caso, eles não servissem e nem adorassem os deuses. (Dt 28: 1 -14).

Então, toda a descendência de Abrão, de Isaque e de Jacó, precisa se apresentar de ante de Deus, para prestar contas. A terra consiste nos galardões dos israelitas, conforme forem as suas obras, assim será a sua porção de terra. De maneira que as terras dos gentios serão distribuídas pelos israelitas. E eles vão pagar o imposto mundial a Nação Santa, Israel (Is 2: 2,3).

 

         Esse julgamento em Mateus (25: 31-46) objetiva selecionar as nações que ingressarão no Milênio, ou seja, as que farão parte no Reino Milenar de Cristo. Vejam: "Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o REINO que vos está preparado desde a fundação do mundo” (Mat 25: 34).

    

 

OLIVEIRA, Dr. João Domingos Soares de, JDSO, Educação em Primeiro Lugar, O Julgamento das Nações, postado dia 18 de dezembro de 2015, disponível em: