ACB- Academia Científica do Brasil

O MILÊNIO

O MILÊNIO

Em seu Aparecimento Glorioso, Jesus estabelecerá seu Reino Milenar de paz verdadeira sobre a terra. O Espírito Santo de Deus revelou aos profetas Miquéias e Isaías os detalhes de como será este governo milenar de Jesus Cristo:

 

Miquéias (4: 3); "E julgará entre muitos povos, e arbitrará entre nações poderosas e longínquas; e converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em podadeiras; uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra."

Isaías (2: 4) :"E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerrear."

 

É importantíssimo salientar aqui que este será o ÚNICO e VERDADEIRO governo de paz universal, cujo Rei será Jesus Cristo. Os governantes atuais são prometedores de falsas promessas de paz com o objetivo de se autopromoverem. Deus nos faz advertências sobre a mentira dos governantes em Tessalonicenses (5: 3): "Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição (ruína e morte), como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão."

 

 

JESUS CONVIDA SEU POVO A GOVERNAR COM ELE

 

Até que fim, um novo tempo começa na terra e verdadeiramente aqueles que amam a Jesus serão sacerdotes de Deus com Ele, confirmando ainda mais sua herança em Deus e co-herança em Cristo (Rom 8: 17): "E, se nós somos [Seus] filhos, somos logo [Seus] herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo [compartilhando Sua herança com Ele]: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados."

Daniel também obteve esta mesma revelação, por parte do Espírito Santo de Deus:

 

Daniel 7:22


"Até que veio o ancião de dias, e fez justiça aos santos do [Deus] Altíssimo; e chegou o tempo em que os santos possuíram o reino."

 

Daniel 7:27


"E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão."

 

 

 

Quem estarÁ presente no governo milenar de Jesus Cristo?

 

Todos os que foram arrebatados

Todos os novos crentes convertidos durante a Tribulação (pós-Arrebatamento): todos os que foram deixados para trás no Arrebatamento, mas aceitaram a Jesus como Senhor e Salvador durante a Tribulação, sejam os já mortos no período ou os que sobreviveram durante os sete anos, também estarão presentes no governo milenar.

Os santos do Velho Testamento

 

Quem nÃo estarÁ presente no governo milenar de Jesus Cristo?

Os que morreram sem aceitar Jesus Cristo em vida sejam antes ou durante a Tribulação: Estes serão julgados e condenados no Julgamento do Grande Trono Branco.

 

DISCRIÇÕES DO MILÊNIO

 

O apóstolo João descreve com detalhes a grandeza deste Reino Milenar, em (Ap 20: 4-6)

"E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo (o Messias) durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado (feliz, a ser invejado) e santo aquele que tem parte (compartilha) na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos."

 

O império da terra terá a Cristo como Rei dos reis e Senhor dos senhores (Ap 11: 15).

A igreja assentar-se-á em tronos (Ap 20: 4);

Os membros da Igreja serão reis e sacerdotes para sempre (Ap 5: 10);

Na grande tribulação morrerão todos os ímpios, de maneira que durarão sete meses para sepultá-los (Ez 39: 12, 14,15);

Dentre os judeus também morrerá muita gente, de modo que os filhos de Israel iniciarão o Milênio com um número bem pequeno de pessoas (Is 10: 20 – 22).

As armas bélicas serão queimadas, esse processo durará sete anos (Ez 39: 9, 10).

Algumas armas serão convertidas em ferramentas (Is 2: 4; Mq 4: 3,4).

Jerusalém será a capital universal (Isa 2: 2, 3).

Jerusalém se chamara Beulá-Hefzibá (Is 62: 4).

A palestina é o centro geográfico do mundo.

A gloria de Cristo encherá a terra (Sal 72).

O TEMPLO será reconstruído (Isa 44: 26 – 28).

 Os milenistas terão vida longa. Com cem anos a pessoa ainda é criança; eles viverão centenas de anos e haverá amparo ao idoso (Is 65: 19,21; Zc 8: 4,5)

Todos conhecerão ao Senhor (Is 11: 9).

Cristo mesmo ensinará a sua Palavra (Is 2: 3; Jer 31: 33).

O Evangelho será pregado em todo o mundo em testemunho de todas as gentes (Mt 24: 14).

Terá abundância de Salvação (Is 33: 6).

O Espírito Santo será pleno no Milênio. O povo será cheio do Poder de Deus (Jr 2: 29).

Não haverá doentes e nem deficientes (Is 35: 5, 6).

O Sol terá vergonha de Cristo. Ele brilhará sete vezes mais. E a lua brilhará como o sol (Is 30: 26). Mesmo assim, Cristo, o Sol da Justiça (Ml 4: 2; Isa 10, 20), brilhará muita vezes mais (24: 23).

Haverá harmonia entre os animais (Is 11: 6 – 9; 35).

 Não haverá animais carnívoros (Isa 65: 25).

A serpente não fará mal a ninguém (Is 65: 25). Ela se alimentará do pó da terra (Isa 65: 25). Assim, cumprirá a profecia de Deus (Gê 3: 14).

A maldade da terra será tirada ((Gê 3: 17, 18).

O deserto se tornará em campo fértil (Is 29: 17, 31).

O Mar morto dará abundância de peixes (Ez 47: 1 – 12);

Nunca mais haverá fome na terra (Ez 36: 29, 30; Am 9: 13 v 14; Zc 8: 12);

A terra será como o Jardim do Éden (Ez 36: 34 – 36; Is 51: 3).

As riquezas serão abundantes (Isa 16, 17).

Cristo será o Alvo de todas as atenções (Zc 8: 20 – 22).

Todos quererão vê-Lo (Is 2: 2 – 4).

Não haverá idolatrias (Is 17: 8; 2 v 18).   

A Saudação será “O Senhor te abençoe” (Jr 31: 23).

 Os judeus serão muitos populares. Eles serão mensageiros de Cristo (Isa 14: 1, 2; 61: 6). E serão uma bênção para todos (Zc 8: 13; Jr 33: 6 – 9).

No início do Milênio os judeus serão escassos (Isa 11, 12). Principalmente os do sexo masculino (Isa 4: 1). Serão tão somente um terço (Zc 13: 8). Mas rapidinhos, ou melhor, em poucos anos, os judeus serão uma população numerosa (Jr 33: 22).

No Milênio cada crente, os membros da Igreja estarão em glória e terão a semelhança de Cristo (Mt 13: 43; 1ª Jo 3: 2).

A Igreja reinará com Cristo (Ap 20 v 4).

 Mesmo sem a influência do inimigo das nossas almas. E o Milênio iniciar só com salvos, pecar-se-ão no Milênio (Isa 65 v 20; Zac 14: 16 – 19).

Todas as nações terão que celebrar as Festas Sacras na Palestina. Elas devem enviar os respectivos, representantes. E aquelas (os países) que não o fizer serão amaldiçoadas (Is 30: 1).   

No final do Milênio Satanás será solto por um pouco de tempo (Ap 20: 7).

 E ainda satã conseguirá enganar a muitos. Assim ele promoverá uma tremenda guerra contra Cristo, denominada: “Gogue e Magogue” (Ap 20: 8).

Mas Cristo ordenará que desça fogo do céu e os consuma (Ap 20: 9).

Então, satanás que já é julgado, a sua sentença é irreversível; “será lançado no lago de fogo e enxofre, onde estar à besta e o falso profeta; e dia e noite serão atormentados para tudo sempre” (Ap 20: 10).

   

     Assim, dará início ao Grande Trono Branco, o Juízo Final.  

 

       

OLIVEIRA, Dr. João Domingos Soares de, JDSO, Educação em Primeiro Lugar, O Milênio, postado dia 18 de dezembro de 2015, disponível em: < http://jdso.comunidades.net/o-milenio>